Ah!...inspiração, onde te escondes?
Já não consigo ouvir teus sussurros
que me faziam traduzi-los em poesias
...





Tal qual um girassol, que gira,









em busca da luz do sol, eu te procuro.








Quero de novo te encontrar e sentir








teu suave sussurrar, que me faz sonhar!..











Volta de onde estiveres.








Não te demores!








Traze de volta os sonhos meus








que entrelaçados em ti, inspiração,








fazem pulsar feliz meu coração poeta!




Traze de volta o brilho dos olhos meus,









que, ao poetar teus doces sussurros,








transbordam lágrimas de amor,
de saudade, de querer sentir
o amor que se entrelaça








aos versos do meu poetar,








mesmo que seja apenas








um sonho.










Um sonho que preciso voltar a sonhar,








para então, fazer pulsar forte








este meu coração, que tristonho,








busca te encontrar.



















...doce inspiração,
volta de onde estiveres.
Volta depressa,
Volta!..


"Agora nada mais resta volto a me trancar e cuidar das minhas pétalas..."



0 comentários:

Postar um comentário